[Acessar Webmail]
Notícias
Publicado em 13/10/2014 14:02:41 - Autor: Revista Exame
Construção Civil deve fechar 2014 com crescimento do PIB em torno de 1%

 Pesquisa da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (Cbic) estima que o segmento da construção civil desacelere este ano, com alta entre zero a 1%, diferente da previsão, que apontava crescimento de 2,5%. Se confirmado, será o pior resultado desde 2009, quando o PIB da construção caiu 0,74%, influenciado pela crise internacional.

Fatores como o fim das obras da Copa do Mundo e o desaquecimento da economia foram ressaltados pelo presidente da Cbic, José Carlos Martins. Para ele, o crescimento do setor depende da continuidade do programa Minha Casa Minha Vida, das concessões voltadas para portos e ferrovias e também com obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

Mesmo com a projeção diminuída para o setor, uma pesquisa do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (Sinduscon-SP), em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV) revelou que a construção civil brasileira se mostrou estável no mês de agosto, com uma leve alta de 0,08% em relação a julho.

Em 2013, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o setor avançou 1,6%, com uma participação de 5,4% no PIB total do país e empregou mais de dois milhões de trabalhadores.

Realizada mensalmente pelo Departamento de Economia e Estatística do Sindicato das Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis Residenciais e Comerciais de São Paulo (Secovi), a Pesquisa do Mercado Imobiliário divulgou que foram 11.587 vendas de unidades entre janeiro e agosto de 2014, resultado inferior ao mesmo período de 2013, com 22.638 unidades comercializadas, uma queda de 48,8%.


Dicas importantes
 As fabricantes de lâmpadas procuram desenvolver novos produtos que possam reduzir o impacto no meio ambiente diminuindo o consumo de energia elétrica. A...
 A inclusão social de portadores de necessidades especiais deve ser direito de todos, devendo ter cuidados específicos para deficientes que usam cadeiras para...
 
Mais Dicas
links rápidos
enquete
Onde você quer morar?
Em Casa
No Apartamento
Na mansão
Na Fazenda
Somos membros da: